quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Regiões dos vinhos Italianos - Toscana



A Toscana (em italiano Toscana) ou Toscânia é uma região da Itália central com cerca de 3,7 milhões de habitantes e 22 997 km², cuja capital é Florença. A oeste seus 397 km de litoral são banhados pelo Mar Lígure e o Mar Tirreno. A Toscana administra ainda as ilhas do Arquipélago Toscano, a principal das quais é a Ilha de Elba. A Toscana é uma das maiores regiões italianas em território e número de habitantes.




Florença é o principal centro turístico e logístico da Toscana. Daqui partem e chegam trens que cruzam a península da Itália, vindos de Roma, Bologna, Milão e Veneza. De sua estação principal, Santa Maria Novella, partem composições rumo a várias cidades da região, como Pisa, Lucca, Carrara e Cortona. Próxima a ela também fica o terminal rodoviário, com trens que cobrem outras cidades da região, como Siena e San Gimignano.



A região pode ser visitada o ano todo. Uma boa ideia é aproveitar o tempo bom do verão, com 11 horas de sol durante o dia e especialmente convidativo para caminhadas. No entanto, se quiser evitar as hordas de turistas, considere uma visita no final da primavera ou no início do outono.

Relevo e Clima

Como a paisagem da Toscana é ondulada, com muitas colinas, os vinhedos situados nas encostas em pontos relativamente altos fornecem a maioria dos vinhos de qualidade superior da Toscana. Isto porque nestas altitudes há concentração da luz do sol pelo tempo necessário para favorecer o correto amadurecimento das uvas.

Outro fator valorizado pelos produtores é a significativa variação de temperatura entre dia e noite nas zonas mais altas. O clima da Toscana é classificado como mediterrâneo e ali os invernos são rigorosos.

Vinhos na Região 

A produção de vinhos é uma atividade florescente na região italiana da Toscana desde a Idade Média e nos dias atuais é mais conhecida por seus jovens vinhos tintos de mesa, representados principalmente pelo Chianti e por um vinho de primeira grandeza no panorama vinícola mundial, o Brunello de Montalcino.

Sangiovese (Tinto) 

A uva mais plantada da Toscana e de toda a Itália é famosa de regiões como Chianti,Montalcino and Montepulciano. Vinhos oferecem aromas de framboesa, tomate seco e sabores balsâmicos com odor de terra e barro molhado. Há grandes vinhos valiosos para se provar incluindo Chianti Superiore, Vino Nobile di Montepulciano e Montecucco.

Supertoscanos (vinhos tintos) 

Uma definição bem simples do termo Supertuscan poderia ser: “Os vinhos tintos da região italiana de Toscana, produzidos com uvas, ou cortes de uvas, não autóctones ou típicas” (Fonte: mondovinhopédia)

Já numa interpretação mais extensa, tende-se a considerar supertoscanos também todos os vinhos da região, que por qualquer motivo (aréa geográfica, rendimento, métodos de vinificação e/ou maturação, etc...) não se encaixam nas regras estabelecidas das denominações de origem clássicas.
Algumas castas como Merlot, Sangiovese, Cabernet Sauvignon and Cabernet Franc quando misturadas podem se considerar Supertoscanos. Os vinhos oferecem aromas fortes de cereja preta e saborosa framboesa com côco e notas sutis de couro.

Saudações vínicas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário